Skip to main content
Contribution to Book
Foucault à luz de Heidegger: notas sobre o sujeito autônomo e o sujeito constituído
Imagens de Foucault e Deleuze, ressonâncias nietzschianas. (2002)
  • Andre de Macedo Duarte
Abstract
Partindo da distinção informal proposta por Foucault entre os filósofos sobre os quais ele escreveu, e aqueles a partir de cuja leitura ele orientou seu próprio pensamento, pretendo mostrar que a filosofia de Heidegger permite iluminar certos aspectos difíceis e problemáticos do pensamento foucaultiano, sobretudo aqueles relativos ao seu derradeiro interesse pela constituição ética do ‘si mesmo’ autônomo. O problema que cumpre discutir aqui reside em que nos textos das fases arqueológica e genealógica, Foucault tornara-se célebre por demonstrar a constituição do ‘homem’ por uma trama de discursos de saber e de relações poder, em análises que desmontaram impiedosamente as figuras metafísicas da subjetividade e da consciência constituintes. Como então compreender a viragem que se manifesta em seus últimos textos, nos quais Foucault reflete a respeito da possibilidade de uma “estilística da existência” em vista do “cuidado de si”, em resistência à subjetividade constituída pelas teias do saber-poder? Esta comunicação pretende investigar em que medida as reflexões de Heidegger sobre o caráter ontologicamente cindido da existência, pensada simultaneamente como “si mesmo próprio” e “si mesmo impróprio” no âmbito da analítica existencial, não poderiam oferecer elementos teóricos importantes para um melhor entendimento do suposto impasse foucaultiano entre o sujeito constituído e o sujeito autônomo: não seriam elas as duas faces constitutivas da ipseidade humana.
Keywords
  • Foucault,
  • Heidegger,
  • ética,
  • autonomia,
  • autenticidade
Publication Date
2002
Editor
Margareth Rago; Luiz B. Lacerda Orlandi; Alfredo Veiga-Neto
Publisher
DP&A
ISBN
8574902004
Citation Information
Andre de Macedo Duarte. "Foucault à luz de Heidegger: notas sobre o sujeito autônomo e o sujeito constituído" Rio de JaneiroImagens de Foucault e Deleuze, ressonâncias nietzschianas. (2002)
Available at: http://works.bepress.com/andre_duarte/21/